Coren-GO apresenta impugnação para concursos que não atendiam o Piso Salarial

Editais fixaram salários com uma colisão de valores referentes à Lei. O profissional técnico de Enfermagem ganharia 1.500 reais por 40 horas semanais e os enfermeiros 3.000 reais por 40 horas e 1.500 para enfermeiros, com uma carga reduzida de 20 horas.

03.04.2024

O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás apresentou recursos de impugnação em concurso público de Bonfinópolis e em chamamento público em Indiara. Os editais publicados não atendiam o direito ao pagamento efetivo do Piso Salarial, de acordo com a Lei 14.434.

“Indeferir esses dois editais é uma vitória para nossa categoria, já que os editais ferem uma conquista histórica da profissão. É sempre importante estarmos fiscalizando para garantir que casos como estes não se repliquem”, afirma Thais Luane, presidente Coren-GO.

Os editais fixaram salários com uma colisão de valores referentes à Lei. O profissional técnico de Enfermagem ganharia 1.500 reais por 40 horas semanais e os enfermeiros 3.000 reais por 40 horas e 1.500 para enfermeiros, com uma carga reduzida de 20 horas.

Valorização da profissão – O Conselho Federal de enfermagem, seguindo o Código de ética, destaca que a enfermagem é uma ciência e arte da prática social, que o profissional tem como responsabilidades de recuperar a saúde e precaver danos e doenças, proporcionando o bem-estar da coletividade. Então por essa importância social, os profissionais têm direito a remuneração justa e com condições adequadas de trabalho.

Fonte: Ascom - Coren-GO

Compartilhe

Outros Artigos

Receba nossas novidades! Cadastre-se.


Fale Conosco

 

Conselho Regional de Enfermagem de Goiás

Rua 38 nº 645, Setor Marista, Goiânia, GO, 74150-250

(62) 3239-5300

E-mail geral: corengo@corengo.org.br | Para negociação: boleto@corengo.org.br


Horário de atendimento ao público

segunda à sexta-feira, de 8h às 17h e sábado, de 8h às 12h

Loading...