01/09/2020

Nota de Repúdio ao ato de violência praticado no HCamp de Catalão

O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás repudia o ato

O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás repudia o ato de violência praticado contra técnica de Enfermagem do Hospital de Campanha para Enfrentamento do Coronavírus (HCamp) de Catalão, que foi agredida ontem à noite (31/08), durante seu plantão. Embora seja inadmissível todo e qualquer ato de violência em si, o Coren-GO manifesta sua indignação diante desse fato tendo em vista que os profissionais de Enfermagem estão atuando diante de um cenário desafiador de pandemia lutando a favor de salvar vidas.

Segundo informações da prefeitura, a profissional, de 51 anos, foi agredida no rosto, com chutes na cabeça, puxões de cabelo e fraturou uma das mãos. As agressões partiram de uma mulher, acompanhada do marido, que estava inconformada com a demora da liberação do resultado da tomografia.

Agredir profissionais de saúde não soluciona nenhum dos problemas de atendimento, seja ele no setor público ou privado. Além de ser um total desrespeito aos profissionais que disponibilizam seu conhecimento e força de trabalho em prol de cuidar da saúde e bem-estar dos pacientes.

Mais uma vez afirmamos que tais atos de violência devem ser combatidos pelo poder público, responsável pela segurança de todos os cidadãos, e também pelo contratante.

O Conselho de Enfermagem solicita que as autoridades da segurança pública apurem o ocorrido e que os agressores sejam responsabilizados pelos seus atos. Estaremos acompanhando o andamento das investigações.




  • Licitacao2-207x115