O Coren-GO

O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren-GO) é uma autarquia pública federal, autônoma, vinculada ao Poder Executivo. Atua nas esferas da normatização e da fiscalização do exercício profissional de Enfermeiras(os), Técnicas(os) e Auxiliares de Enfermagem. Sua função é zelar e resguardar pela qualidade no atendimento em Enfermagem em todas as instâncias da saúde, pelo respeito ao Código de Ética e a Legislação que normatiza e disciplina o exercício profissional. O Coren também é responsável pelo esclarecimento e a orientação sobre práticas, discussões, mudanças e condutas em Enfermagem.

Os profissionais de Enfermagem só podem exercer a profissão com o devido registro e, consequente, número de inscrição do sistema Cofen/Corens. Somente após sua inscrição no Conselho é que a(o) Enfermeira(o), Técnica(o) e Auxiliar estarão aptos a exercer sua profissão. A Lei 7.498/86 em seu artigo 2º especifica que “a Enfermagem e suas atividades auxiliares somente podem ser exercidas por pessoas habilitadas e inscritas no Conselho Regional de Enfermagem com jurisdição na área onde ocorre o exercício”.

Missão
Assegurar à sociedade uma assistência de enfermagem ética, científica e de qualidade por meio da fiscalização do exercício profissional.
Visão
Ser um Conselho valorizado pela sociedade por meio de excelência na prestação de serviços.
Natureza
O Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Goiás é um órgão de fiscalização e regulamentação do exercício da profissão de enfermeiro e das demais profissões compreendidas nos serviços de enfermagem em todo o território do Estado de Goiás, e com os demais conselhos regionais e federal de enfermagem constituem nos termos do artigo 1º da Lei 5.905, de 12 de julho de 1973, uma Autarquia Especial com personalidade jurídica de direito público com autonomia administrativa e patrimonial.

Um pouco mais sobre o Coren-GO

A história do Coren-GO registra a efetiva contribuição dos profissionais de Enfermagem ligados a Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn Goiás), a Escola de Enfermagem São Vicente de Paulo, a Organização de Saúde do Estado de Goiás (antiga Osego) e ao Hospital das Clínicas da UFG.

Os membros efetivos da primeira diretoria foram: do quadro l, Enfermeira Josefa Dias Lima (Irmã Luiza), Dagmar Lustosa Nogueira e Moacir Miranda da Silva; membros suplentes, os enfermeiros Lecy Ferreira de Santana, Garcília do Lago Silva e Delza Dias Bueno. Do quadro II e III, Leticia Andrade dos Santos e Maria de Lourdes Câmara; como suplentes, Maria Joaquina Alves e Maria Celuta Santos de Alcântara.

A primeira presidente deste Conselho foi a enfermeira e freira Josefa Dias Lima (Irmã Luiza) eleita por unanimidade; a primeira Delegada Eleitora foi a Coordenadora da Junta Especial (JE-Cofen-GO), enfermeira Iva de Oliveira; a enfermeira Lecy Ferreira de Santana presidiu a primeira Comissão de Ética do Coren Goiás.

As primeiras gestões tiveram diante de si a responsabilidade de estabelecer as bases de toda uma estrutura para cadastramento dos profissionais de Enfermagem goianos e das parteiras, permitindo conhecer o número e a identificação dos mesmos, iniciar a fiscalização, afastando o risco de leigos na assistência de Enfermagem; além de contribuir com a pesquisa nacional do perfil da enfermagem brasileira realizada pelo Cofen e ABEn, em 1982.

A partir de então, líderes no exercício do ensino e assistência de Enfermagem, como Garcília do Lago Silva, Helena Beatriz Brandão de Araújo, Madge Lima Leite e Rosilda Rodrigues de Oliveira imprimiram um direcionamento democrático e participativo ao Coren Goiás até o final de 1989, quando teve inicio um período de grande centralização perdurando até outubro de 2008.

A Profissão

A Enfermagem congrega enfermeiras(os), técnicas(os) e auxiliares. É a única profissão que permanece na assistência à saúde durante as 24 horas, 365 dias do ano, sendo essencial na organização e funcionamento de todos os serviços de saúde públicos e privados. É formada majoritariamente por mulheres. Uma força de trabalho composta por aproximadamente 1,8 milhão de profissionais responsáveis por grande parte das ações de proteção, recuperação, prevenção de doenças e promoção da saúde no país.



  • Legislacao1-207x114
  • Licitacao2-207x115